Precisa de ajuda com um projeto? Nossos especialistas qualificados estão prontos para ajudar.
TECTOS ACÚSTICOS | Portugal

Seleccionar por performance – Saiba mais: Acústica continuação

 
Embora em relação à construção e tectos suspendidos exista uma tendência para se falar em performance acústica na sua generalidade, precisamos de definir com maior detalhe o que queremos dizer e, especificamente, se nos estamos a referir a ‘absorção acustica’, ‘redução acustica’ ou ‘atenuação acustica’.
 
 Absorção Acústica
  Absorção Acústica (aw ou Alfaw) é o processo em que o pavimento, parede ou tecto que limitam um determinado espaço contribuem para a absorção do som dentro do espaço pela redução do volume de som que é reflectido por estes. Se uma área é pequena e um grande volume de som é absorvido a cada reflexão então o resultado tenderá a ser a criação de um ambiente calmo e com um menor tempo de revibração. Por outro lado, se a área é grande e pouco som for absorvido em cada reflexão teremos um local ‘barulhento’ e com um maior tempo de revibração. Materiais absorsores de som afectam, assim, o ambiente do espaço.
 
 Redução acústica
  Redução acústica por outro lado está relacionada com a redução da energia acústica transmitida entre espaços adjacentes atravês de elementos de construção comuns. A redução acústica é influenciada pela massa e espessura dos elementos atraves dos quais o som é transmitido bem como pela existência de fendas ou falhas nos elementos ou junto às zonas perimetrais. Quanto mais pesaso e espesso for o elemento menor será o volume de som transmitido atraves dele e, logo, melhor será a sua capacidade de redução acústica. No entanto, se existirem falhas ou fendas significativas presentes, o volume de som transmitido será superior e a capacidade potencial de redução acústica do elemento pode ser severamente comprometida. No caso dos tectos suspendidos a redução acústica pode ser medida de 2 formas distintas dependendo da localização da fonte sonora. Index de Redução Acústica (R ou Rw) é a medida quando o som passa verticalmente atraves do tecto, por ex. quando a fonte sonora está na área superior ao tecto.
 
 Atenuação acústica
  Atenuação acústica (Dnc ou Dncw) no entanto, é a medida quando a fonte sonora está na área adjacente e o som é transmitido horizontalmente atraves do tecto duas vezes via a plataforma comum.
 
É pois muito importante compreender as diferenças entre estas duas medidads porque de cada uma resultará um resultado de teste diferente para o mesmo tipo de tecto.
 
Uma das medidas mais importantes para a criação de um ambiente calmo é optimizar o tempo de revibração. Esta é a medida de como o som a decair persiste num espaço e diz-nos o quanto ‘vivo’ ou ‘morto’ será o comportamento acústico do espaço e o quanto altos ou baixos soarão os níveis de ruido do espaço. Está relacionada com a absorção acústica existente. Para qualquer espaço, dependendo do seu tamanho e se será preferencialmente para discursos ou música, deve existir uma optimização do tempo de revibração.
 
Por exemplo, o tempo de revibração para discurso não ser ser demasiado longo (0,8 segundos é um bom limite máximo) caso contrário sons sucessos podem-se sobrepôr comprometendo a inteligibilidade do discurso. Por outro lado, se o tempo for demasiado curto (< 0,4 segundos) o espaço poderá parecer sem vida, sem um óbvio reforço facultado pelo espaço, tornando a conversação extremamente dificil, particularmente se endereçada para um grupo de pessoas a alguma distância como seja o caso de salas de aulas ou salas de reuniões. Para professores que são 5 a 6 horas de aulas em salas ‘sem vida’ a consequência pode ser fadiga, problemas de garganta e perca de inspiração.
Actividades musicais, por outro lado, benificiam de tempos de revibração mais longos com a consequente mistura de notas sucessivas e o som final mais cheio e rico. No entanto, se o tempo de revibração for demasiado longo então o som recepcionado perderá clareza e parecerá turvo; se o tempo de revibração for muito curto o som recebido será seco, o artista parecerá distante e o som será desprovido de calor e envolvimento.
 
Assim, seja qual for a aplicação, para qualquer espaço o tempo de revibração deverá ser optimizado e nunca deverá ser nem demasiado curto nem demasiado longo. Demasiada absorção acústica, quando não necessária, é tão inaceitável como pouca quando necessária.
Clique aquí para ver as solução acústicas Armstrong recomendadas
 
Mais:
Clique aqui para saber mais sobre performance acústica
Voltar atrás para seleccionar produtos de acordo com outros critérios
Clicar nas soluções selecionadas para saber mais sobre elas
Efectue uma procura por item para conhecer a performance acústica de um produto especifico
Vá à página de relatórios de testes para descarregar os relatórios acústicos
 

Produtos

Destaques

Recursos & Especificações

Procurar